English  Espanhol



Buscar notícias:

Com ajuda da soja, porto de Paranaguá atinge recorde

Quarta, 19 Abril, 2017


Um dos principais terminais embarcadores de grãos do Brasil, o Porto de Paranaguá, no litoral paranaense, atingiu novo recorde de movimentação de cargas no primeiro trimestre do ano, conforme dados do governo local. Entre janeiro e março de 2017, o porto movimentou 11,67 milhões de toneladas – 77 mil toneladas a mais que no ano passado.

A soja, principal ativo da economia agrícola paranaense, é responsável por boa parte do incremento dos negócios no terminal paranaense. Com 3,3 milhões de toneladas, as operações envolvendo a commodity crescem 17% em relação ao mesmo período de 2016. O Paraná é o segundo maior produtor de soja do país e neste ano observou forte aumento na produção, devido ao clima favorável às lavouras.

O desempenho positivo ocorre mesmo num momento em que a  safra brasileira de grãos ganha novos canais de exportação ao Norte do país. "Além de atender ...

Leia mais...

Imprimir: Print



Comercialização da safra de soja registra o menor avanço dos últimos seis meses em MT

Segunda, 17 Abril, 2017


A comercialização da safra 16/17 de soja em Mato Grosso (MT) atingiu em março 63,34%, com avanço mensal de apenas 1,82 pontos percentual, sendo este o menor dos últimos seis meses. As informações são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Os percentuais negociados de soja no último mês apresentou níveis historicamente reduzidos, ficando bem abaixo da média dos últimos cinco anos, quando o avanço mensal registrado em março foi de 5,6 p.p.. Devido a este reduzido avanço no último mês, o atraso
que a temporada 16/17 vinha registrando nos meses passados ante a safra 15/16 se elevou para 7,56 p.p. A principal justificativa para a baixa movimentação no mercado está atrelada à continuidade do movimento de queda nos preços do grão, que apresentou a quarta baixa consecutiva no último mês, atingindo o menor preço mensal de comercialização da safra 16/17, de R$ 53,86/sc.
 
...

Imprimir: Print



Governo homologa situação de emergência de 8 municípios do MT por causa das chuvas

Segunda, 17 Abril, 2017


Em alguns municípios, chuvas destruíram pontes e impossibilitou tráfego. Problemas dificultam escoamento de produções e transporte de alunos.

O governo de Mato Grosso homologou situação de emergência de oito municípios por problemas relacionadas às chuvas. Os municípios são Aripuanã, Canarana, Confresa, Luciara, Novo Santo Antônio, Porto Alegre do Norte, São José do Xingu e Vila Rica. O decreto, assinado pelo governador Pedro Taques (PSDB), foi publicado no Diário Oficial do Estado que circulou na terça-feira (11).
 
De acordo com o governo, as homologações levam em consideração os decretos de cada prefeitura que relatam os problemas causados pelas chuvas recentes.
 
Em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá, as chuvas comprometeram as condições das estradas e pontes na zona rural do município. Segundo a prefeitura, algumas dessas estruturas foram levadas pelas águas.

Já em São José do Xingu, distante 931 km da capital, as chuvas causaram ...

Leia mais...

Imprimir: Print



Produtores de soja do Brasil seguram vendas à espera de "milagre"

Quarta, 12 Abril, 2017


Produtores de soja do Brasil têm retido as vendas de sua produção o máximo possível, esperando por um "milagre" de recuperação de preços, em uma estratégia de apostar contra os fundamentos de baixa do mercado que pode levar a perdas ainda maiores até o fim do ano.

Uma das poucas hipóteses de repique nas cotações seria com problemas no clima durante o desenvolvimento das lavouras dos Estados Unidos, uma aposta de produtores brasileiros que se mostrou acertada em vários anos.

Mas a questão é que neste ano os fundamentos apontam para fortes fatores baixistas, como um plantio de área recorde nos EUA, maiores produtores globais, enquanto a safra do Brasil, maior exportador mundial, deverá atingir mais de 110 milhões de toneladas de soja.

"A safra 2016/17 já teve seu momento bom de preços. Para os novos negócios, os produtores estão à espera de um ...

Leia mais...

Imprimir: Print



Pesquisa avalia sistemas de plantio, espaçamento e cultivares de feijão-caupi no Amapá

Quarta, 12 Abril, 2017


Um estudo da Embrapa Amapá concluiu que cultivares de feijão-caupi (Vigna unguiculata), com porte semi-ereto, semeadas com espaçamentos de 40 e 50 centímetros tem produtividade maior do que as cultivadas com espaçamento de 60 centímetros. As cultivares e os sistemas de plantio adotados no teste não influenciaram alterações significativas na produtividade. Desenvolvido no Campo Experimental do Cerrado, localizado no km 45 da BR-156, município de Macapá (AP), o trabalho teve como objetivo avaliar a interação entre dois sistemas de plantio (Sistema Plantio Direto e Sistema Plantio Convencional), espaçamento e cultivares de feijão-caupi. Para a pesquisa, foi observado o desempenho das cultivares BRS Guariba e BRS Tumucumaque em espaçamentos de 40, 50 e 60 cm, durante um ciclo de 87 dias. O experimento foi implantado em um local sob o quarto ano de condução em Sistema Plantio Direto. A área em Sistema Plantio Convencional foi preparada com grade aradora.

...

Leia mais...

Imprimir: Print




[ANTERIOR] 1 ... 4 5 6 [7] 8 9 10 ... 186 [PRÓXIMA]31-35 de 929


© 2013 Sementes Tomazetti. Todos os direitos reservados.


Av. das Industrias 420, Distrito Industrial

78.850-000, Primavera do Leste,  Mato Grosso, Brasil

Tel: +55 66 3497 1133  / +55 66 3497 1356 / +55 66 3498 6906

E-mail: sementes@sementestomazetti.com.br

Desenvolvimento e Hospedagem