English  Espanhol



Buscar notícias:

Arquivos categoria: Algodão

Volume de chuvas deve favorecer o processo de semeadura do algodão no MT

Terça, 24 Janeiro, 2017


Os índices pluviométricos registrados nas últimas semanas em Mato Grosso no geral vêm agradando aos produtores de algodão, com certas exceções onde o andamento da semeadura chegou a ser interrompido em alguns momentos.

O volume pluviométrico ideal para o crescimento e desenvolvimento da cultura fica entre 700 mm a 1.300 mm bem distribuídos durante o ciclo, e, segundo as estimativas do Somar, o mês de janeiro faz sua contribuição dentro do esperado. Enquanto Rondonópolis (sudeste) pode fechar o mês de janeiro com 127,6 mm, e Campo Novo do Parecis (oeste) tem previsão de encerrar o mês com acumulado de 339,20 mm.

De modo que as previsões pluviométricas positivas para a próxima semana tendem a favorecer o processo de semeadura, que já se aproxima de sua metade, e podem proporcionar boas condições iniciais de desenvolvimento da fibra no campo para esta safra. 

Leia o boletim ...

Leia mais...

Imprimir: Print



Clima afeta lavouras de algodão e produção em Mato Grosso tem queda de 4%

Terça, 27 Setembro, 2016


A falta de chuvas na fase de plantio do algodão afetou o desenvolvimento da cultura em alguns estados brasileiros. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra 2015/2016 colheu 3,2 milhões de toneladas, queda de 17% se comparada à safra anterior. O resultado refletiu no desempenho do segundo maior produtor nacional, a Bahia, que teve redução de 16% na área plantada e 43% na produção. Os números foram apresentados na reunião da Câmara Setorial do Algodão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O Mato Grosso, líder na produção de algodão brasileiro, produziu 4% a menos em relação ao ano passado. Foram 2,2 milhões de toneladas ante 2,3 milhões de toneladas. "A estiagem prejudicou algumas lavouras que dependiam de água para se desenvolver. Chuvas fora de época também impactaram negativamente a qualidade do algodão. Uma vez que o capulho se abre, a pluma não ...

Leia mais...

Imprimir: Print



Produtores de Mato Grosso buscam no Texas melhorias para o algodão

Terça, 13 Setembro, 2016


Informações que contribuam com a melhora da qualidade da fibra (algodão) produzido em Mato Grosso são buscadas por cotonicultores do Estado no Texas. O intuito é obter informações que auxiliem a produção de uma fibra de comprimento adequado e com uniformidade, classificações estas "exigidas" por grande mercados, principalmente a Ásia que é responsável pelas exportações de aproximadamente 60% da pluma produzida em Mato Grosso.

Uma Missão Técnica ao estado norte-americano é realizada pela Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa). O Fiber and Biopolymere Research Laboratory da Texas Tech University (TTU), em Lubbock, foi um dos pontos de parada da comitiva mato-grossense formada por diretores da Ampa, produtores e pesquisadores.

O laboratório da Texas Tech University, segundo o pesquisador do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), Jean Louis Belot, é o maior dos Estados Unidos focado em pequisas que visam a qualidade da fibra do algodão. O ...

Leia mais...

Imprimir: Print



Em Encontro Técnico, TMG apresenta tecnologias exclusivas e produtividades de algodão

Terça, 30 Agosto, 2016


A Tropical Melhoramento & Genética (TMG) participou na última semana do VIII Encontro Técnico Algodão da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, e apresentou para profissionais que atuam no cultivo de algodão no cerrado brasileiro a palestra Cultivares de Algodão TMG. Reunidos no Malai Manso Resort, em Chapada dos Guimarães (MT), produtores, agrônomos, consultores e pesquisadores conheceram um pouco mais sobre os trabalhos de melhoramento genético da empresa, na busca pelo desenvolvimento de cultivares com alta produtividade e qualidade de fibra, e resistência/tolerância às principais doenças do algodoeiro.

O pesquisador Rafael Zeni, responsável pela área de Desenvolvimento de Produto da TMG, destacou o crescimento da área de algodão segunda safra, cultivado após a soja, e mostrou que no Programa de Melhoramento Genético de Algodão a TMG conduz experimentos com foco no desenvolvimento de cultivares adaptadas ao cerrado brasileiro, inclusive para a segunda safra. ...

Leia mais...

Imprimir: Print



Recuo do dólar derruba custos da próxima safra de algodão em Mato Grosso, aponta instituto

Terça, 23 Agosto, 2016


Os custos para produção de algodão na safra 16/17 estão caindo, desde fevereiro, "pouco a pouco” em Mato Grosso, segundo boletim divulgado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A última estimativa aponta que, no mês de julho, os gastos foram de R$ 8.209,25, o que representa queda de 1,8% em relação ao mês anterior.
 
Para os especialistas, este recuo se deve principalmente à desvalorização do dólar que fez com que "os preços de defensivos e fertilizantes agrícolas reduzissem, uma vez que a maior parte destes produtos é de origem externa. Assim, os preços alicerçados pelo dólar vêm favorecendo os produtores que negociaram com as cotações mais baixas”.
 
O instituto alerta, no entanto, que "o momento requer atenção, pois os referidos itens são os que mais pesam no bolso do produtor, já que juntos representam 50% do custo total de produção”. De acordo com o Imea, apesar da ...

Leia mais...

Imprimir: Print




[1] 2 3 4 5 6 7 ... 9 [PRÓXIMA]1-5 de 45


© 2013 Sementes Tomazetti. Todos os direitos reservados.


Av. das Industrias 420, Distrito Industrial

78.850-000, Primavera do Leste,  Mato Grosso, Brasil

Tel: +55 66 3497 1133  / +55 66 3497 1356 / +55 66 3498 6906

E-mail: sementes@sementestomazetti.com.br

Desenvolvimento e Hospedagem